Míriam Carla Rodrigues

     Nascida em Belo Horizonte MG. Técnica em produção de eventos, formada pelo SENAC/MG. Teve seu primeiro contato com a música aos 8 anos  no coral infantil da igreja católica de São Geraldo, onde cantou até os 12 anos. Posteriormente, foi convidada para ingressar no quinteto “Quiálteras”, no qual atuou durante seus dois anos de atividade, em diversos eventos como festivais, shows beneficentes e programas televisivos.

     Em 2002, participou do curso de percepção musical ministrado pela UEMG. Em 2003 fez outro curso de Técnicas em Solfejo ministrado pelo maestro cubano Pepe Calderón em um projeto aprovado pela lei estadual e municipal de cultura chamado Reciclofônica, onde o foco era o desenvolvimento, junto à comunidade, de fabricação de instrumentos musicais com materiais recicláveis e, um centro de cultura com diversos cursos. Fez parte da banda com o mesmo nome do projeto, Reciclofônica, onde eram tocados os instrumentos fabricados pelos próprios participantes, e com intervenções circenses.  Uma de suas apresentações mais marcantes foi na Fundação Clóvis Salgado. Em 2006 participou como percursionista do bloco caricato Inocentes de Santa Tereza, e ali permaneceu durante 3 anos.  Autodidata em violão e percussão.

     Atualmente tem uma enorme satisfação em participar do Madrigal Renascentista no naipe de contraltos e, também, do corpo de cantores no Coral do SESIMINAS.