Christopher Mendonça

Natural de Campo Belo, no centro-oeste do Estado de Minas Gerais, é mestre em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, onde por dois anos foi integrante do coral da Universidade, sob a regência do Maestro Marco Antônio Maia Drumond. Em 2010, aceitou o convite para compor o quadro de cantores do Madrigal Renascentista, atuando no naipe dos baixos. Participou da gravação e do lançamento do CD “Sacra Música Brasileira” (2012) e de importantes apresentações do grupo, tais como a Cantata de Páscoa de J. S. Bach e a Missa em Sol Maior de Franz Schubert. Atualmente, desenvolve sua tese de doutoramento em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais e permanece como integrante do Madrigal Renascentista e do coral do SESI-MG.